Descubra os poderes e a sabedoria do totem do Cavalo

Como todo místico, praticante da “Antiga Arte”,  os oráculos sempre foram uma paixão a parte. Tarôs, baralhos, runas e outras mancias, sempre foram uma forma de estar orientando e conduzindo não somente pessoas a minha volta, mas sobretudo a mim mesmo, em momentos de conflitos e me fazendo encontrar sempre um ponto de equilíbrio, um porto seguro, através de confiança e Fé; lembrando que Fé, antes de tudo é a capacidade de crer naquilo que não pode ser provado.

○ Leia mais:  A Busca pela Sabedoria dos Animais

Hoje venho apresentar a medicina de um de meus baralhos xamanistas favoritos, obra da autora Jamie Sams e ilustrado por David Carson pela editora Rocco, instrumento esse que muito tem me auxiliado nessa jornada, e ressalto ainda que pretendo estar periodicamente desenvolvendo uma carta escolhida pelo destino para partilhar aqui do poder de medicina e sabedoria dela para ir preenchendo esse nosso portal.

Carta 35: O Cavalo

A carta do Cavalo
Rodrigo Krhom
A carta do Cavalo

”Poderoso Cavalo...

          Que traz o poder de correr

                   pelas amplas planícies

Trazendo a visão

           dos escudos

                   Dançando na chuva purpura do sonho.”

                                          -Jamie Sams






O Cavalo é detentor da representatividade do poder tanto na esfera do mundo físico quanto na da dimensão espiritual, assim como em praticas xamanistas ao redor do mundo, o Cavalo sempre forneceu o poder para que os xamãs voassem pelos ares para chegar aos céus e para que conseguissem fazer suas jornadas xamanistas para os mundos sutis... em busca de sabedoria e poder.

Quando o Cavalo foi domado, os homens alavancaram sua evolução de uma forma que somente se iguala ao momento em que dominaram o fogo. Antes de usarem os Cavalos, tinham que cruzar longas distancias e carregar cargas além da sua capacidade, tornando as viagens e deslocamentos lentos, sobretudo sacrificantes fisicamente; mas a partir do momento em que montaram no dorso do Cavalo, tornaram-se velozes e leves como o vento.

 As Casas Zodiacais: Segunda Parte

O Cavalo foi o primeiro animal totêmico da civilização, segundo algumas culturas e já outras apontam para a Águia como o totem alfa... A humanidade tem uma dívida sem precedentes com o Cavalo, por tudo que ele possibilitou através de seus serviços junto ao homem, não somente pela redução das distancias, mas pelos dons espirituais com os quais agraciou os homens; Como alega a autora, e para mim faz todo sentido, acho digno que até os dias de hoje a potência dos veículos automotores seja avaliada em “cavalos de força”, ratificando o conceito da parceria do Cavalo somada ao poder do homem, quando juntos.

○  Cristais, óleos essenciais e o sagrado

Entre as várias lições desenvolvidas com a medicina do Cavalo, gostaria de apontar a que diante de mim se tornou a mais importante:

O Cavalo ensina que nossa jornada terrena, tem como objetivo trazer alivio ao sofrimento de nossos irmãos, partilhar da sabedoria que desenvolvemos ao longo da estrada, prover cura a Mãe Terra através das práticas xamanicas e do sagrado cachimbo...reconhecer que a sabedoria somente emerge da humildade em aceitar e se reconhecer como simples instrumento do “Grande Espirito”. Ele ensina ainda que devemos guardar as lições aprendidas quando cavalgamos com ele, seja no amor, na dor, na alegria e até mesmo na raiva, pois tudo permite um aprendizado que deve ser compartilhado com nossos irmãos, pois devemos compreender a essência da compaixão, calçando os mocassins de outros sem nunca, jamais julgar antes de conhecer a vida de cada um.

Cavalos no coração da Islândia
Flickr/Moyan Brenn
Cavalos no coração da Islândia

Nenhum Abuso de poder será capaz de conduzir a sabedoria, e somente a disposição em partilhar e ensinar com amor, bondade, sinceridade no coração e compaixão, conduzem ao desenvolvimento de dons e virtudes, que estruturam a estrada que leva ao verdadeiro Poder e Sabedoria.

○  Descubra qual é o seu Odú e o que ele significa em sua vida

Que sejamos capazes então de saber servir ao próximo, com humildade e ainda assim sermos portadores de sabedoria, Poder e Força, dignos diante do Grande Mistério e fazermos de nossa vida, uma jornada para estarmos aprendendo e assim partilharmos a cada dia mais, oferecendo o melhor que possuímos para aplacar e sarar as feridas em nossos irmãos...Vamos fazer valer a pena, e jamais esquecer de que o “EU” deve deixar de existir, dando lugar sempre ao “NÓS”, pois o Criador somente reconhece a ponte criada pelo todo, pela união, uma vez que nós sempre seremos um.

Roubar Cavalos é roubar poder” -Provérbio Índios Norte Americanos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.